Gil 60: todas as contas
 
Gil 60: todas as contas
Bené Fonteles/Priscila Casaes Franco - Rio de Janeiro
Gege Edições - 2003
ISBN: 85-89316-01-7

Reler os tantos Gils aos sessenta anos, visto por seus pares e parceiros que desde a década de 60 vêem com preciosas invenções de verbo e raras imagens, é refletir sobre uma geração que teve que conviver com o medo, a utopia e o prazer no fazer política e arte.

O “auxílio luxuoso” nos vem dos ensaios fotográficos de Mário Luiz Thompson, Mario Cravo Neto e Priscila Casaes Franco ou nos textos de Antônio Risério, Caetano Veloso, Jorge Mautner, Bené Fonteles, José Miguel Wisnik, Paulo Leminski, Arnaldo Antunes e outros que nos tornam mais nítido o contorno e o conteúdo de um dos artistas mais fundamentais para a construção de um país que se deseja e sonha.

É neste Brasil também do imaginário, onde mora o profundo em Gilberto Gil, um tão completo artista que experencia o simples com as contas do singular. São elas que fazem de suas canções complexas e plurais as luminosas guias de nosso itinerário. Nelas, um homem sábio nos canta feliz: “… a luz nasce da escuridão”.

Bené Fonteles



7.html"}