Gilberto Gil e U2 tocam na web

Fábio Farah

"Criar meu web site/ Fazer minha home-page/ Com quantos gigabytes/ Se faz uma jangada/ Um barco que veleje", diz o primeiro refrão de "Pela Internet", do cantor, compositor e ministro da Cultura Gilberto Gil. Lançada oficialmente pela internet no final de 1996, a canção já antecipava uma tendência, a disponibilização de músicas via web. Na semana passada, todas as canções de Gilberto Gil - cerca de 550, que compreendem desde o primeiro álbum, Louvação (1967), até o mais recente, Eletracústico - foram colocadas em seu site, www.gilbertogil.com.br.

No entanto, a qualidade dos arquivos de 40 kbps (kilobits por segundo) é baixa - um MP3 convencional tem entre 128 e 192 kbps e um CD, 320 kbps. "A idéia é tornar a obra dele mais conhecida e transparente, porque apenas quatro ou cinco de seus discos são encontrados nas lojas", diz André Vallias que, com Flora Gil, mulher do cantor, é proprietário da Refazenda Produções e assina o site. "Dessa forma o público pode pressionar as gravadoras para colocar outros álbuns no mercado", conclui.

O grupo irlandês U2 também resolveu usar a internet como aliada na divulgação de suas músicas. Isso aconteceu depois que o último disco, How to Dismantle an Atomic Bomb, vazou pela internet antes do lançamento oficial, em 22 de novembro. São 446 faixas, incluindo todas do novo disco, que estão à venda na loja virtual iTunes (www.apple.com/itunes), a US$ 0,99 cada uma. No entanto, os usuários brasileiros terão que se contentar com o CD, pois o serviço de download do iTunes não está disponível no País.



in Isto É Gente, 08.12.2004
2429 registros:  |< < 236 237 238 239 240 241 242 243
 
2009 © Gege Produções Artísticas Refazenda fez