Grammy Latino celebra Gil e Calcanhotto

Gilberto Gil e Adriana Calcanhotto foram os artistas brasileiros mais premiados na edição 2010 do Grammy Latino, cuja cerimônia aconteceu em novembro, em Las Vegas. O baiano levou os gramofones dourados de Melhor Álbum de Música Popular Brasileira, por Banda dois, e Melhor Álbum de Músicas de Raízes Brasileiras, por Fé na festa. Calcanhotto, por sua vez, faturou o troféu de Melhor Canção Brasileira, por Tua. Outros brasileiros que se destacaram na festa foram Hebe Camargo, uma das homenageadas da noite, e Maria Gadú, que se apresentou durante a solenidade.

Outros artistas nacionais foram agraciados. A cantora gospel Marina de Oliveira recebeu o prêmio de Melhor Álbum de Música Cristã em Língua Portuguesa pelo CD Na extremidade. O grupo Charlie Brown Jr. faturou o troféu de Melhor Álbum de Rock Brasileiro, com Camisa 10 joga bola até na chuva. Já a dupla Zezé di Camargo e Luciano ficou com o prêmio de Melhor Álbum de Música Sertaneja, por Double face. A categoria Melhor Álbum de Samba/Pagode premiou o disco Tô fazendo minha parte, de Diogo Nogueira, enquanto Sambolero, do João Donato Trio, venceu como Melhor Álbum de Jazz Latino, e Bom tempo, de Sérgio Mendes, foi o premiado como Melhor Álbum Pop Contemporâneo Brasileiro.

Fora da lista verde-e-amarela, os grandes vencedores da edição foram o cantor dominicano Juan Luis Guerra e o trio pop mexicano Camila, cada um com três troféus nas principais categorias.



in Revista Backstage / Online, 03.12.2010
3049 registros:  |< < 240 241 242 243 244 245 246 247 > >| 
 
2009 © Gege Produções Artísticas Refazenda fez