DJ Nyack cria trilogia de mixtapes para homenagear o mestre Gilberto Gil

Um dos mais talentosos DJs do Brasil fez um profundo estudo sobre a obra de Gil

Gilberto Gil moldou com inspiração, sensibilidade e talento, os alicerces da Tropicália, certamente um dos momentos mais significativos da música brasileira, que também representou um posicionamento político importante pela luta a favor da Democracia e liberdade. Recentemente, o coração do Gil deu um susto em todo mundo, felizmente, o mestre se recuperou.

Também de todo o coração e preocupado com o momento de retrocessos e instabilidades na política brasileira, o DJ Nyack decidiu criar uma trilogia de mixtapes, colagens de músicas e efeitos de mixagens, cobrindo boa parte da repertório do Gilberto Gil.

A exploração do Gilniverso (universo sonoro do Gil) trouxe novos pontos de vista e informações importantes para o jovem DJ, de apenas 28 anos, que também está na fase de conclusão do seu primeiro álbum solo.

Confira a entrevista e, na sequência, o link para baixar a primeira das três mixtapes do DJ Nyack.

R7: Como foi mergulhar no universo musical do Gil para fazer a mixtape?

DJ Nyack: Eu venho mergulhando nesse Gilniverso há alguns anos, acho que desde 2012 que eu venho estudando a obra dele, não só os discos mas também alguns documentários dele também que encontrei na internet. E neste ano de 2017, o álbum Refavela completa 40 anos e acho que isso foi "empurrão" para que eu tivesse a ousadia de, em forma de mixtape expressar o quanto eu acho importa a música de Gil para nossa cultura afro brasileira.

R7: Serão três volumes de mixtapes? Qual a previsão de lançamento dos outros volumes?

DJ Nyack: Dividi a mixtape em três partes pois é praticamente impossível resumir a importância da obra de Gil em apenas 65 min, e também acho cansativo resumi-la em 200 min, rs. Então tive a ideia de dividi-la em 3 partes. Pretendo lança-las no intervalo de 15 dias, sendo assim a parte 2 será lançada dia 13/05, e a última parte no dia 27/05.

R7: Na sua opinião, qual o melhor disco ou fase do Gilberto Gil?

DJ Nyack: Eu gosto muito da fase do Gil que vai de 74 a 85, onde a gente pode ver a influência que a música de Jorge Ben e a viagem dele para África (como ele mesmo diz em um documentário), teve em sua música, tanto na escrita quanto na produção musical, o disco Refavela que é o melhor disco dele na minha opinião, mostra pra gente isso claramente, onde ele também usa muitos elementos da música baiana, cantos de candomblé, exaltação aos orixás e tudo mais.

R7: Pra você que é um super DJ, eu imagino, que a batida e o ritmo do Gil sejam os pontos que mais chamem a atenção, porém, ele é um artista com uma pronuncia e uma voz muito características, você já pensou em usar samplers da voz do Gil em alguma batida?

DJ Nyack: Sim, a divisão rítmica que ele tira no violão que é muito percussiva me chama muita atenção, mas eu gosto muito do jeito dele de compor, da mesma maneira que ele divide o ritmo no violão, ele também repete algumas silabas em uma ordem diferente que não perdem o contexto da composição, ele faz isso no final de um verso e inicio do seguinte, como na Drão por exemplo: "nossa CAMINHADURA, DURA CAMINHAda". Eu viajo nessa parada! E sim já pensei, não só pensei como já fiz algumas coisas, rs.

R7: Como você vê a aproximação do Gil com outros ritmos em obras fechadas como ele já fez com o forró, com o reggae e mais recentemente com a bossa nova, sempre homenageando um grande mestre?

DJ Nyack: Eu acho que além de mostrar a versatilidade dele como músico e compositor, mostra a humildade, admiração e respeito para com outros gêneros musicais que não são os que estamos habituados a ouvir em sua voz e de certa forma nos educa musicalmente mostrando quanta coisa boa tem aí pra gente e também sair um pouco da zona de conforto, se permitir conhecer coisas novas, ampliar nossos horizontes através da música.

R7: Como está indo a produção do seu primeiro disco solo? O estudo para a realização da mixtape do Gil contribuiu também para o seu processo de criação?

DJ Nyack: A produção do disco tá rolando melhor do que eu esperava, estou feliz e ansioso pra apresentar esse trampo! Com certeza, a música do Gil me fez enxergar a versatilidade que a música brasileira tem e de que maneira eu posso trazer isso pra música rap, tô estudando, rs.



in R7, 03.05.2017
2481 registros:  |< < 1 2 3 4 5 6 7 8 > >| 
 
2009 © Gege Produções Artísticas Refazenda fez