Gilberto Gil encerra no Circo Voador a turnê do show 'Refavela 40'

O baiano se apresenta com Bem Gil, idealizador do projeto, além de Anelis Assumpção, Céu, Maíra Freitas, Mestrinho, Moreno Veloso e Sofia Freire. Todos interpretando o repertório do emblemático disco 'Refavela', que Gil lançou há quatro décadas.

Depois de fazer 17 shows no Brasil e 14 na Europa, Gilberto Gil encerra no Circo Voador a turnê desse show inspirado no disco lançado há quatro décadas. Gil complementa: 'Esse trabalho é um trabalho da turma, não é uma ideia minha. Está baseado num disco meu, Refavela, que é um dos discos que eu mais gosto. E eu já tinha feito Refazenda antes, que foi um disco pra retratar a presença forte dessa música nordestina, os vários estilos brasileiros; depois eu fiz o Refavela; depois eu fiz o Realce, que fechou a trilogia.

Gilberto Gil complementa: O Refavela talvez seja o que eu mais goste, porque era época que a música black americana, com a modernização que teve ali naquele período, chegava ao Brasil, influenciando os rítmos brasileiros, gêneros brasileiros. Então, você tinha grupos em São Paulo, grupos no Rio, todo um trabalho que antecedeu um pouco essa onda que veio a ser chamada de Funk, que veio já depois.

O embrião desse álbum foi o Festival de Música Negra, imenso, considerado um dos maiores do século passado, o FESTAC, que aconteceu na Nigéria, em 1977. Gil relembra: 'Em Lagos, no sudoeste da Nigéria, onde aconteceu o festival, nasceu o conceito esse disco. O Refavela não teria existido sem essa visita à Africa'.

Umas das músicas do disco virou um clássico da carreira de Gilberto Gil. A letra diz que o melhor lugar do mundo é aqui e agora.

'Sempre! Porque esse lugar ao qual eu me refiro não é necessariamente geográfico ou topográfico; é um lugar especial, um lugar interior. Onde quer que a gente esteja, o melhor lugar do mundo é onde vc esteja; e agora, o tempo de hoje, quer dizer, essa atualidade. Na verdade, isso é uma música sobre a meditação. Essa meditação necessária que todos os homens, todos os seres, todas as mulheres, todos os humanos, precisam fazer exatamente pra aguentar o tranco da dificuldade do mundo, que é muito grande. Gerir a existência nesse mundo, é uma coisa complicada. O aqui e agora é um pouco isso. É a meditação sobre essa necessidade de estarmos íntegros, completos a qualquer momento e em qualquer lugar'. Encerra Gilberto Gil!



in G1, 25.01.2019
3061 registros:  |< < 1 2 3 4 5 6 7 8 > >| 
 
2009 © Gege Produções Artísticas Refazenda fez