Gil, Gal e Nando Reis farão show juntos no Recife

O show em conjunto de Gilberto Gil, Gal Costa e Nando Reis será apresentado na capital pernambucana no dia 11 de outubro. O anúncio foi feito pela assessoria de imprensa do evento, que ainda não tem local definido. A cidade é a terceira já anunciada da turnê Trinca de ases, cuja estreia está marcada para os dias 4 e 5 de agosto, em São Paulo. Rio de Janeiro também está agendado. O projeto surgiu a partir de uma apresentação dos artistas em Brasília, em comemoração ao centenário de Ulysses Guimarães. O show, inicialmente para convidados, se transformou em turnê.

Confira o roteiro de shows no Divirta-se

Há quatro anos, Gilberto Gil esteve ao lado de Caetano Veloso no Teatro da Unip, num show que lembrou os 20 anos da morte do político e advogado brasileiro, opositor à ditadura militar. No centenário dele, o paulista se reunião em tributo com Gal e Nando Reis. "Estive poucas vezes com o Dr. Ulysses. A primeira vez foi no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, no ponto de táxi. Ali tivemos uma rápida conversa. Outra foi na Câmara dos Deputados, quando eu era vereador em Salvador e, como candidato outside, pleiteava pelo PMDB o cargo de prefeito da capital baiana", recordou Gil, em entrevista antes da estreia. "O tenho na memória como uma figura marcante na história da política brasileira, que hoje ressente de pessoas como ele".

O encontro de Gil com Nando e Gal, no teatro que leva o nome de Ulysses Guimarães, foi inédito. Com a cantora, ele fez várias apresentações, inclusive na longa turnê do espetáculo Doces bárbaros, em 1976. "A única vez que dividi o palco com Nando foi também em Brasília, num show fechado para servidores da Caixa Econômica. Mas, agora, vai ser a primeira vez de nós três juntos em cena", lembrou.

Gil diz que o responsável por esse encontro foi o jornalista Jorge Bastos Moreno, amigo da família, "que foi, como jornalista, muito próximo do Dr. Ulysses, de quem se tornou biógrafo. Quando ele fez o convite, aceitei de imediato e fiquei feliz por ter Gal e Nando juntos comigo novamente, num show bem informal de vozes, violões e canções". O colunista faleceu nesta quarta-feira, aos 63 anos, em decorrência de complicações cardiovasculares. "Fazer um show com Gilberto Gil, para mim, era um sonho que nunca pensei em se concretizar. É uma honra dividir o palco com esse mestre que contribuiu decisivamente para a minha formação como músico. E ainda ter Gal ao nosso lado, era algo inimaginável", comemorou Nando Reis, na ocasião.



twitter
in Diário de Pernambuco - Recife, 15.06.2017
 
2581 registros:      1 2 3 4 5 6 7 8 > >|