Gil emociona convidados cantando forró em sessão de filme sobre João Silva

A noite de exibição do documentário “Danado de bom”, anteontem, na casa de Flora e Gilberto Gil, terminou em festa, com todo mundo cantando e dançando. O filme conta a história de João Silva, autor de cerca de três mil canções e um dos grandes parceiros de Luiz Gonzaga, e a animação dos convidados contagiou o anfitrião, que comandou um sarau de luxo.

Ao lado do acordeonista Mestrinho (à direita), Gil cantou clássicos do baião e da obra do compositor pernambucano, como “Pagode russo” e “Danado de bom”. O cantor, que acaba de completar 75 anos, mostrou uma energia impressionante e até brincou ao emendar com um “novo, novinho”, no verso da canção “Óia eu aqui de novo”. “Ver o Gil cantarolando as músicas, emocionado, enquanto assistia ao filme, é uma cena que nunca vou esquecer”, dizia a produtora Marianna Brennand.

Não foi só a música que aconchegou. Os quitutes de Carlúcia, cozinheira de Jorge Bastos Moreno (saudades...), a quem a sessão foi dedicada, aqueceu os corações com um baião de dois e quitutes juninos.



twitter
in O Globo, 30.06.2017
 
2818 registros:  |< < 2 3 4 5 6 7 8 9 > >|