Gal Costa, Gilberto Gil e Nando Reis trazem o projeto Trinca de Ases para Fortaleza

A junção dos três artistas brasileiros no projeto Trinca de Ases é repleto de significados que atravessam gerações. A moça, o rapaz maduro que já aprendeu com suas experiências e o menino viril e corajoso. Gal Costa, Gilberto Gil e Nando Reis são apresentados desta forma em “Trinca de ases”, música inédita do baiano que batiza o show que o trio estrela.

O grande encontro destes artistas da música brasileira irá acontecer no dia 16 de Setembro no Centro de Eventos do Ceará. O espetáculo faz parte de uma turnê que se deu início no ano passado, tendo Brasília como primeiro lugar a receber o show, que remete uma homenagem ao centenário de Ulysses Guimarães – idealizada pelo jornalista Jorge Bastos Moreno.

Na noite de caráter especial que surgiu o projeto, realizada quase sem ensaios, mostrou-se a força da união: o diálogo em forma de poesia dos violões de Gil e Nando, a voz de Gal revendo as canções do amigo baiano e evocando outras cores da estranheza pop do paulistano e sua “música ruiva”, que ela nunca tinha cantado.

Agora, esta potência aparece lapidada – e ampliada. Além de estarem os três o tempo inteiro juntos no palco, em todas as formações vocais possíveis (trios, duetos e solos), eles têm o reforço de dois músicos excelentes: o baixista pernambucano Magno Brito, integrante da banda Sinara; e o percussionista baiano Kainan do Jêjê, que trabalha com Ivete Sangalo e também com a Sinara, para juntar dentro do enredo que esta união formou.

O Arrojo de três mosqueteiros, a leveza de três patetas, a grandeza de três poetas – Trinca de Ases, enfim, lançada à mesa.



twitter
in O Estilo, 18.08.2017
 
2670 registros:  |< < 3 4 5 6 7 8 9 10 > >|