Refavela 40

Gilberto Gil levou ao palco da Concha Acústica do Teatro Castro Alves, no último sábado 23/09, o show “Refavela 40”, que comemora os 40 anos do disco “Refavela” e está em turnê pelo Brasil. Com Bem Gil na direção artística, o palco recebeu as cantoras Céu e Maíra Freitas, filha de Martinho da Vila, e o cantor Moreno Veloso, filho de Caetano. Além desses grandes nomes, as presenças de Ana Cláudia Lomelino e Nara Gil, primogênita de Gil, nos backing vocals, contribuíram para o brilho do show, além de um time afinado de músicos.

O disco, Gil contou que começou a ser produzido durante uma viagem à Nigéria. “Refavela” tem influência direta das raízes africanas, jamaicanas e baianas. As músicas viraram um coro entre as pessoas que lotaram o espaço, mesmo embaixo de chuva, para prestigiar o baiano, que ratifica sua musicalidade e sua importância na história da música brasileira. Um show feito pela família Gil com amigos, preenchendo cada espaço do palco com seus instrumentos, som e felicidade por um projeto que foi abraçado com carinho pelo público. Um sucesso!

As 10 músicas do disco foram tocadas e ainda houve tempo para entoar Bob Marley. O disco “Exodus”, do cantor jamaicano, também está completando 40 anos e Gil contou que, assim como Bem, Ziggy Marley, filho de Bob, fez um projeto comemorativo em homenagem ao pai. Na volta para o bis, Gil agraciou o público com “O Sítio do Pica-Pau Amarelo”. A música, apesar de não estar no disco “Refavela”, foi composta, também, em 1977 e não poderia ficar de fora. Sem perder a chance, o diversificado público não deixou de fora o desejo mais clamado dos últimos tempos, e o “Fora Temer” também se fez presente, em forte coro. Gil, sabiamente, disse que ele já estava fora. Se não agora, daqui a um ano.

Para surpresa de todos, a noite ficou ainda mais completa e divertida com a participação, do início ao fim, de Dom. O garotinho, filho de Bem, que começou na posição de backing vocal e percussionista, e depois juntou-se ao pai, com muita vontade, cantando todas as músicas. Seu microfone desplugado foi um detalhe. Dom que, visivelmente, sabia todas as letras, empolgou a plateia com sua dança ritmada. Não se pode imaginar nada muito diferente, já que o sangue que corre nas veias da família Gil é de pura musicalidade. Ao que tudo indica, Dom já está no mesmo caminho que o pai, o avô e a mãe, a cantora Ana Cláudia Lomelino. Carisma e talento, com certeza, não faltam. Ele é muito fofo!

Em uma noite inesquecível para todas as pessoas que estavam ali, no palco e na plateia, Gil contou um pouco das histórias de algumas músicas, mostrou toda sua simpatia, gingado e disposição. Interpretada por Moreno, a canção “Aqui e Agora”, se fez mais verdadeira do que nunca quando disse que o melhor lugar do mundo era ali e naquela hora. Para quem é fã de música boa, “Refavela 40” não é só imperdível, é obrigatório!



twitter
in Café com Alice, 29.09.2017
 
2727 registros:  |< < 1 2 3 4 5 6 7 8 > >|