Guerra Santa - Gilberto Gil

Guerra Santa é uma canção de Gilberto Gil gravada no disco Quanta (1997). A letra faz duras críticas aos Negócios da Fé, fazendo referência direta a um triste episódio de intolerância religiosa ocorrido no dia 12 de Outubro de 1995, data em que se comemora o dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil. Na madrugada daquele dia o bispo Sérgio Von Helder, da Igreja Universal do Reino de Deus, em transmissão ao vivo pela Rede Record de Televisão, deu pontapés na imagem da santa, ofendendo os praticantes da Religião Católica.

Em meio a sua efusiva pregação evangélica, ao vivo na madrugada de celebrações em Aparecida do Norte, o bispo se referia a fé católica com desprezo, condenando o que chamava de "adoração a imagem de barro". E resolveu ilustrar a limitação de sua consciência, descontrolando-se e aplicando pontapés e socos enquanto ofendia verbalmente uma réplica da santa.

A violência praticada por Sérgio Von Helder tornou-se um escândalo e entrou para história como o episódio do "chute da santa". Ele foi denunciado em horário nobre na Rede Globo de Televisão, recebeu queixas na polícia e na justiça. Líderes espirituais de diferentes religiões (e também evangélicos) criticaram o ato. As discussões sobre o caso estenderam por meses a fio, surpreendendo a opinião pública. Parte dessas reflexões floresce na sabedoria manifesta por Gil na canção Guerra Santa.



twitter
in Single do Dia, 09.10.2017
 
2822 registros:      1 2 3 4 5 6 7 8 > >|