Encontro inédito reúne Gilberto Gil, Nando Reis e Gal Costa na Concha

Com ingressos esgotados, show Trinca de Ases acontece neste domingo (15), às 19h

Quem foi rápido e conseguiu ingresso para o show Trinca de Ases, verá um encontro inédito neste domingo, às 19h, na Concha Acústica do TCA, com Gilberto Gil, Gal Costa e Nando Reis.

O encontro aconteceu pela primeira vez em Brasília, em 2016, por sugestão do jornalista Jorge Bastos Moreno, que morreu este ano, em comemoração ao centenário do falecido deputado Ulysses Guimarães. A reunião entre os três despertou uma vontade de desenvolver isso e criar a turnê que agora roda o país, ampliada e lapidada. Os cantores são acompanhados pelo baixista pernambucano Magno Brito e pelo percussionista baiano Kainan do Jejê que trabalha com Ivete Sangalo e toca também com a banda Sinara.

Em quase duas horas de apresentação, Gil, Gal e Nando cantam 25 músicas, incluídas as três que fazem parte do bis: O Segundo Sol, A Gente Precisa Ver o Luar e Barato Total. Além de canções consagradas como Palco, Baby Esotérico, Relicário, Dois Rios, Meu Amigo Meu Herói e Nada Mais(Lately, de Stevie Wonder) um dos grandes momentos do show. Na estreia carioca, os três foram aplaudidos de pé neste momento.

O repertório contempla três inéditas: Tocarte, parceria de Gil e Nando; Trinca de Ases (Gilberto Gil) e Dupla de Ás (Nando Reis). Para Gilberto Gil, uma espécie de mestre de cerimônias do show, “a moça, o rapaz maduro calejado pela idade e o menino impetuoso e viril formam a Tinca de Ases” ou seja, ele, Gal Costa e Nando Reis, como contou em entrevista ao CORREIO.

Amiga e parceira de Gil desde a Tropicália, Gal também não esconde o prazer e a satisfação desse encontro. “Com Gil tenho uma antiga afinidade, que posso considerar espiritual também, mas quando Nando entra, já vira outra coisa. Vou cantar coisas de Gil que nunca cantei. Com o Nando, que é uma espécie de filho, é o começo de muitas parcerias, ele é um compositor muito talentoso. Gil e eu gostamos de nos lançar nos abismos da música e arrojo é conosco mesmo”.

Nando Reis também falou com o CORREIO e externou seu encanto com esse trabalho a três: “Acho que posso dizer que conheci Gil e Gal agora, nesse projeto; estou conhecendo mais e melhor a cada show, em cada ensaio. Antes disso, apenas encontros eventuais em situações profissionais, ou em camarins. Trabalhar com os dois é uma dádiva, um momento único em minha vida”.



twitter
in Correio 24 horas, 15.10.2017
 
2788 registros:  |< < 1 2 3 4 5 6 7 8 > >|