Gilberto Gil faz show com Anitta e elogia: 'é uma empreendedora de sua indústria'

RIO — No próximo fim de semana, Gilberto Gil e Anitta vão se encontrar no palco do festival Combina MPB, que será realizado em Salvador de sexta a domingo, no estacionamento do Wet’n’Wild.

Em entrevista ao GLOBO, o cantor e compositor baiano fez elogios ao trabalho da estrela carioca:

— Ela é uma empreendedora de sua indústria. Tem as matérias-primas, as máquinas, as ideias. Tá saindo do Brasil, domina o inglês, fala espanhol... Vai que vai. E ao mesmo tempo tem uma ambição apaziguada, não se nota nela uma coisa vexatória pro alcance das coisas. Ela entra assim: “Tenho aqui minha dotação, deixa eu fazer”. Vou pedir a ela pra cantar “Banho de lua”, de Celly Campello. É a cara dela. Primeiro veio Celly, Rita Lee depois, agora Anitta.

Gil, que se prepara para lançar, em abril, seu novo disco de inéditas, ainda falou sobre as reações negativas que ainda são causadas ao se elogiar uma artista popular como Anitta:

— É o conservadorismo, com subingredientes como elitismo e racismo. Fica a mágoa nessa gente conservadora, porque o melhor do Brasil é o que o povo fez. A casa grande produziu muita coisa, mas o que é mais significativo veio da senzala. Isso é insuportável pra muita gente. Isso tem impedido a abolição completa da escravatura. Mas voltamos ao ponto: a sociedade fica dividida. O que vai acontecer? Vamos regredir pra uma sociedade escravocrata ou vamos de peito aberto pra uma sociedade pós-humana? A certeza é que nenhuma das duas será definitiva.

Vale lembrar que, neste sábado, Anitta tornou-se a primeira artista brasileira a alcançar o Top 50 Global do Spotify, ranking que vem se fortalecendo como uma alternativa às tradicionais paradas de sucesso. Seu mais recente lançamento, o single "Downtown", uma parceria com o colombiano J Balvin, entrou na 39ª posição da lista de mais ouvidas na plataforma de streaming em todo mundo, com mais de 1,3 milhões de reproduções em cinco dias.

ENCONTROS EM SALVADOR

O show de Gilberto Gil e Anitta é apenas uma das reuniões propostas pelo festival Combina MPB, que será realizado em Salvador de sexta a domingo. Haverá ainda encontros de Maria Rita com Roberta Sá, Milton Nascimento com Tiago Iorc, BaianaSystem com BNegão e Emicida, Johnny Hooker com Daniela Mercury e As Bahias e a Cozinha Mineira, entre outros.

— Tenho vontade de fazer uma edição ano que vem no Rio, e quem sabe transformá-lo num evento anual — conta Flora Gil, produtora do festival, que terá transmissão ao vivo pelos canais Bis e Multishow.



twitter
in Portal F6, 27.11.2017
 
2818 registros:  |< < 1 2 3 4 5 6 7 8 > >|