Luiz Zerbini traduz ancestralidade serena de Gilberto Gil em aquarela exposta na capa do álbum 'Ok Ok Ok'

Mauro Ferreira

A capa de Ok Ok Ok –O novo álbum OK OK OK será lançado em 10 de agosto, com streaming exclusivo no Apple Music em parceria com a Altafonte Music Network . Além de descobrir as novas músicas de Gilberto Gil, fãs encontrarão uma página dedicada do lançamento, com depoimentos do artista, suas inspirações, playlists, e 3 videoclipes exclusivos lançados nas semanas seguintes ao álbum. A experiência completa pode ser encontrada em applemusic.com/OKOKOK. O Apple Music está disponível em qualquer sistema operacional iOS e Android, e com período de teste gratuito – é uma obra de arte. Inclusive no sentido literal. O artista plástico Luiz Berbini retrata o cantor, compositor e músico baiano em aquarela que expõe toda a ancestralidade afro-brasileira delineada nos traços do rosto de Gil.
A aquarela de Zerbini aparece na capa do álbum Ok Ok Ok com o projeto gráfico criado por André Vallias para o disco. No retrato do artista na maturidade dos 76 anos de vida, completados em 26 de junho, há também uma evocação do espírito zen-budista de Gil.
Os cabelos brancos da pintura remetem ao algodão da cabeleira de outro baiano já ancestral, Dorival Caymmi (1914 – 2008), o Buda Nagô, assim caracterizado por Gil em música-tributo de 1992.
A serenidade de Gil na aquarela de Zerbini traduz o tom manso de algumas músicas já reveladas (de forma integral ou parcialmente) do repertório do álbum Ok Ok Ok. O disco alinha 15 músicas autorais, sendo que três foram alocadas como faixas-bônus.



twitter
in G1, 31.07.2018
 
2971 registros:  |< < 2 3 4 5 6 7 8 9 > >|