Gilberto Gil confirma fase produtiva ao aceitar convite para compor trilha sonora de balé que Grupo Corpo estreia em 2019

Ao aceitar em maio o convite para compor a trilha sonora de balé que o Grupo Corpo planeja estrear em agosto de 2019, Gilberto Gil confirma a fase de grande produtividade que vive como compositor.

Feito por Paulo Pederneiras, fundador e diretor dessa companhia de dança fundada em janeiro de 1975 em Belo Horizonte (MG), o convite vem na sequência de um período em que o artista baiano fez músicas para nada menos do que dois álbuns. O do próprio Gil – Ok Ok Ok, programado para ser lançado neste mês de agosto de 2018 – e o da cantora Roberta Sá, que lança neste semestre um álbum com repertório formado inteiramente por músicas inéditas de Gil.

Ao compor para o balé do Grupo Corpo, Gil terá que acionar novamente a máquina de ritmo, criando uma trilha sonora para companhia prestigiada que sempre dançou conforme a música de compositores populares. Ao aceitar o convite de Pederneiras, aliás, Gil também se junta a um time estelar de compositores que inclui Milton Nascimento, Caetano Veloso, João Bosco, Lenine, Tom Zé, José Miguel Wisnik e Samuel Rosa, entre outros nomes da música brasileira.



twitter
in G1, 05.08.2018
 
2960 registros:      1 2 3 4 5 6 7 8 > >|