Encontro e partilha

Gilberto Gil está de volta, e cada vez mais atento e forte. Após oito anos sem lançar um disco de inéditas, o cantor e compositor traz um repertório potente. Ele apresenta seu novo álbum em show inédito, em Fortaleza, neste domingo, às 19 horas. A apresentação é parte da programação de aniversário dos 60 Anos do Cineteatro São Luiz.

Além das faixas-bônus, 12 canções compõem o álbum Ok Ok Ok, o primeiro todo de inéditas do cantor desde Fé na festa (2010). Com uma sonoridade nostálgica e envolvente, o álbum é um dos mais autobiográficos e afetivos da carreira do compositor. Além disso, a banda é formada por Bem Gil, que assume o violão e as guitarras, e também está na direção musical com o pai.

Nara Gil toma o lugar dos vocais e José Gil bateria e percussão, além do próprio patriarca da família no violão e na guitarra.

Com Gil cercado dos cuidados de Flora, sua esposa, e do amor dos filhos, netos, genros, noras e a bisneta recém-chegada, Ok Ok Ok é um disco sobre família, encontro e partilha. No balanço suave e contundente das canções, ele reflete sobre questões íntimas como saúde, velhice, filhos e a finitude da vida. O violão de Gil ainda é esperto e certeiro - e sobretudo sereno em capturar delicadezas e sentimentos.

Na estética do repertório, Gil aposta num discurso ágil simples. Passeia ora pelo instrumental melancólico, ora pelas palavras debochadas. Para Fortaleza, ele traz todas as interpretações suaves que caracterizam o universo particular de Ok Ok Ok".

O show é parte da programação "Ceará Natal de Luz", realizado pela CDL, que neste ano homenageia as seis décadas do Cineteatro São Luiz. "Escolhemos o Gil não apenas pelo grande artista que ele é, mas também por ter sido responsável por importantes políticas culturais no Brasil, com uma visão muito sensível para cultura. Por toda essa dimensão humana que ele tem, a gente achou que seria a escolha perfeita para simbolizar o ano de comemorações do equipamento", explica Rachel Gadelha, diretora do cineteatro.

Os ingressos para o show de Gil, que começaram a ser vendidos em novembro, se esgotaram em menos de uma hora. Para atender um maior número de pessoas, a apresentação será transmitida em dois telões de led na praça do Ferriera e, na ocasião, o público poderá visitar uma feira de artesanato e gastronomia. "A gente quer que quem esteja dentro do equipamento viva um momento maravilhoso, mas que quem esteja do lado de fora se sinta também parte da festa. O show representa esse São Luiz que acolhe a praça, que celebra a vida e a paz", completa a gestora.



twitter
in O Povo, 06.12.2018
 
3017 registros:      1 2 3 4 5 6 7 8 > >|