Dori Caymmi, Maria Gadú, Gil e Bethânia são indicados ao Grammy Latino



Os brasileiros Gilberto Gil , Dori Caymmi e Maria Gadú receberam duas indicações cada para os prêmios Grammy Latino, enquanto Maria Bethânia foi indicada à categoria de Gravação do Ano pela música Tua, informou nesta quarta-feira (8) a The Latin Recording Academy.

O anúncio foi feito no clube Avalon, de Hollywood, e contou, entre outros, com a presença do mexicano Aleks Syntek, o portorriquenho Gilberto Santa Rosa, o cubano Arturo Sandoval, o trio de pop/rock mexicano Camila e os porto-riquenhos Kany Garcia e Mario Quintero Lara (de Los Tucanes de Tijuana), para anunciar os indicados.

O uruguaio Jorge Drexler, o espanhol Alejandro Sanz, o mexicano Mario Domm e o dominicano Juan Luis Guerra partem como favoritos ao Grammy Latino, com quatro candidaturas cada um.

Drexler concorre nas categorias de Gravação do Ano e Canção do Ano por Una canción me trajo hasta aquí; Melhor Álbum de Cantor-Compositor por Amar la trama e Melhor Vídeo Musical-Versão Longa por La trama circular.

Já Sanz conseguiu indicações para Álbum do Ano e Melhor Álbum Vocal Pop Masculino por Paraíso Express, assim como à Gravação do Ano e Canção do Ano por Desde cuándo.

Guerra, por sua vez, é candidato aos prêmios de Álbum do Ano e Melhor Álbum de Música Tropical-Contemporâneo por A son de guerra, e Melhor Canção de Música Tropical e Melhor Vídeo Musical-Versão Curta por Bachata en Fukuoka.

Domm conseguiu candidaturas ao Álbum do Ano e ao Melhor Álbum Vocal Pop-Dupla ou Grupo por Dejarte de amar e Gravação do Ano e Canção do Ano por Mientes.

Entre os favoritos aos prêmios também estão Camila, Daddy Yankee, Lee Levin, Tommy Torres e Dan Warner, com três candidaturas cada um. Duas indicações cada foram obtidas, entre outros, por Bebe, Rubén Blades, Concha Buika, Andrés Calamaro, Gustavo Cerati, Alex Cuba, El Cuarteto de Nos, Estrella, JotDog, La Mala Rodríguez e Vico C.

Outros artistas populares que obtiveram pelo menos uma candidatura são Marc Anthony, Miguel Bosé, Don Omar, Alejandro Fernández, Nelly Furtado, Enrique Iglesias, Juan Gabriel, Thalia, Diego Torres e Julieta Venegas.

Gabriel Abaroa, presidente da The Latin Recording Academy, anunciou que nos próximos dias será conhecido o ganhador do prêmio Pessoa do Ano que a entidade entrega anualmente.

"Há nove meses, a Academia entrou em processo de votação que hoje produz seus primeiros resultados", disse Abaroa sobre o palco. "Fica em meu baú de tristezas uma grande quantidade de gravações, álbuns e artistas que não passaram para a próxima rodada".

O presidente da The Latin Recording Academy lembrou que o Grammy Latino não é um reconhecimento baseado em popularidade ou vendas, mas o voto chega por meio dos profissionais do mundo da música.

"Sabemos da importância que as indicações e os prêmios têm por ser resultado de um processo baseado na busca da integridade e excelência", afirmou.

Bebe concorre ao Melhor Álbum do Ano com seu trabalho Y, produzido por Carlos Jean; Miguel Bosé por Cardio, produzido por ele mesmo e Nicolas Sorín; Camila por Dejarte de amar, produzido por Mario Domm e Pablo Hurtado; Guerra por A son de guerra, produzido por ele mesmo; e Sanz por Paraíso Express, produzido por Tommy Torres.

Para concorrer com Maria Bethânia ao prêmio de Gravação do Ano, estão a espanhola Concha Buika, por Se me hizo fácil; Camila, com Mientes; Jorge Drexler, por Una canción me trajo hasta aquí; e Alejandro Sanz, por Desde cuándo.

Os candidatos na categoria de Canção do Ano são Cuando me enamoro, escrita por Descemer Bueno e Enrique Iglesias; Desde cuándo, de Alejandro Sanz e Tomás Torres; Las calles, de Rubén Blades; Mientes, de Mario Domm e Mónica Vélez, e Una canción me trajo hasta aquí, de Jorge Drexler.

A 11ª edição dos prêmios Grammy Latino ocorrerá em 11 de novembro no hotel Mandalay Bay, de Las Vegas (EUA), e será transmitida ao vivo pela emissora Univision.



twitter
in Terra, 08.09.2010
 
2980 registros:  |< < 251 252 253 254 255 256 257 258 > >|