O rap da MPB

Rappin Hood é sujeito inteligente. Em seu segundo disco solo, o rapper põe as vozes e os versos de astros da MPB incluindo Caetano Veloso e Gilberto Gil a serviço de seu rap engajado. O nome do CD, Sujeito Homem 2, deixa claro tratar-se de uma continuação do primeiro disco solo do artista, de 2001. Mas é fato que Hood aprimorou sua fusão de rap, samba, reggae e MPB.

A rigor, como seus colegas, Hood bate repetidas vezes na tecla da injustiça social. O que soa diferente nele são suas batidas (mais suingadas) e o seu universo, bem mais amplo. Segundo Ato, por exemplo, prega a igualdade dos negros com citação de Retirantes, música de Dorival Caymmi que tem o célebre lê-lê-lê associado à novela Escrava Isaura. Hood integra tropicalistas, sambistas cariocas e pagodeiros paulistas. Ele vem de Sampa e fez nome no grupo Posse Mente Zulu.

Sujeito Homem 2 reúne 16 faixas que tratam de sonhos, lutas e frustrações do povo que batalha pela sobrevivência nas periferias. Mas tudo com suingue. A propósito, o ouvinte deve ficar atento, pois, depois da última faixa oficial, há outra escondida, No Rolê, um groove gravado com o guitarrista Cláudio Zoli.

Para conseguir vitória, tem que andar com fé, receita Rappin Hood num verso de Axé, faixa que inclui Andar com Fé, hit de Gilberto Gil regravado pelo autor para o CD. O verso ilustra o tom positivista que torna Sujeito Homem 2 um CD feliz.

Sambistas cariocas, como Dudu Nobre, estão no CD

CAETANO VELOSO Em Sujeito Homem 2, o velho baiano regrava Odara (1977), hit da fase disco music de sua obra. Odara é ouvida em meio aos versos do Rap du Bom 2.
GILBERTO GIL Sucesso de Gil em 1982, Andar com Fé serve como mote para Rappin Hood encorajar a luta do povo na faixa Axé.
ZÉLIA DUNCAN A cantora entoa trechos de Preciso me Encontrar, samba de Candeia, na faixa Zé Brasileiro, de autoria de Rappin Hood.
ARLINDO CRUZ O sambista é parceiro do rapper em Muito Longe Daqui, samba-rap que aborda o embate ladrão x polícia na selva das cidades erguidas nos morros da periferia.
DUDU NOBRE O pagodeiro é o convidado de Se Toca, faixa que promove na letra e na música a interação de samba e rap.
JAIR RODRIGUES O cantor entoa versos de seu sucesso Disparada, enquanto Rappin Hood discursa sobre a via-crúcis do povo que migra do sertão para a cidade.



twitter
in O Dia, 08.04.2005
 
2780 registros:  |< < 271 272 273 274 275 276 277 278 > >|